terça-feira, 28 de junho de 2011

O meu limite não será mais onde os outros me deixam chegar, mas onde eu quero ir.

2 comentários:

eu disse...

pois, não somos o que procuramos, antes o que encontramos!
:)

Joana M. disse...

Que belo regresso. E se eu voltar contigo?